Professores e Alunos: Hiperligados!

Os professores e alunos do século XXI serão necessariamente diferentes dos atuais, porque também o serão a escola, as salas de aula, as bibliotecas e todos os restantes contextos e redes de aprendizagem formais e informais – mas, sobretudo, porque também será diferente o conhecimento e a sua organização, o acesso a esse conhecimento e as possibilidades da sua reconstrução participada.
Professores e alunos revelam já perfis emergentes de agentes educativos hiperligados entre si (uns aos outros e com o resto do mundo).
networked student.png













A hiperligação permanente permite que professores e alunos desenvolvam as suas literacias digitais e os seus hábitos de ensino e de aprendizagem colaborativos, em simultâneo com a sua criatividade.
21st century learner.jpg

As novas estratégias e métodos de ensino-aprendizagem valorizam mais o pensamento crítico, bem como a compreensão e a criatividade na organização e na produção de conhecimento.

21st Century learner círculos.jpg



A Taxonomia de Bloom tem sido revista e atualizada para se adaptar às novas exigências da pedagogia do século XXI.

taxonomia bloom com legendas pirâmide.jpg



taxonomia digital bloom esquema setas.jpg

21st century pedagogy.jpg


No âmbito destas atualizações, os princípios, métodos e estratégias de ensino-aprendizagem têm também sido alvo de ajustes e de clarificação permanentes, de modo a obterem-se modelos cada vez mais integrados e coesos, mas promotores de abordagens pedagógicas flexíveis, diferenciadas e motivadoras.


diagram_6_principles.jpg




métodos e estratégias.jpg


Está demonstrado que a aprendizagem efetiva aumenta em função dos papéis do aluno nessa aprendizagem: quanto mais ativo e autorregulado for o seu envolvimento nas tarefas, tanto mais e melhor aprendizagem ocorre; e quanto maior o grau de colaboração e de orientação entre pares ou grupos de alunos, tanto maior a aprendizagem consciente e intencional, o que contribui para o desenvolvimento de elevados graus de autonomia.
pirâmide da aprendizagem.gif

O professor deixa de ser apenas o perito da área disciplinar e passa a ser o organizador, o orientador, o facilitador e o motivador das aprendizagens e das interações – mas também deve ser o problematizador e o estimulador de pensamento crítico!
we as educators.jpg

Todavia, há vários constrangimentos que dificultam a implementação deste cenário.
As relações entre professores e encarregados de educação mudaram…

pais e prof 1969 vs 2009.jpg


… a relação do professor com as novas tecnologias nem sempre é eficaz…
prof gadget.gif

failure to communicate with compt cartoon.jpg
"O que temos aqui é um problema de comunicação."

… há alunos fora da rede ou que não usam as novas tecnologias, por escolha sua ou não…
tech vs book cartoon.gif
... a mudança das práticas leva mais tempo a mudar do que a mudança dos discursos...


thinkers_cartoon.jpg
"Espero que todos vocês sejam pensadores independentes, inovadores e críticos que façam tudo exatamente como eu disser!"


… e não basta integrar as novas tecnologias na sala de aula para motivar os alunos ou para facilitar as aprendizagens.
eyes on monitor.jpg
"Mantenham os olhos nos monitores e não enviem e-maisl a ninguém."


O ritmo da mudança vai obrigar os professores a desaprenderem e a reaprenderem…

learn unlearn relearn toffler.jpg


… para compreenderem os seus alunos!






A formação dos professores nas novas tecnologias é essencial. Os computadores e as tecnologias em geral não substituirão os professores; mas os professores que souberem usar eficazmente a tecnologia (para ajudarem os seus alunos a ligarem-se e a trabalharem online colaborativamente) certamente substituirão os professores que não souberem fazê-lo.
chiste_aula_virtual.jpg

Portanto, a utilização das TIC implica uma reflexão sobre a sua pertinência e sobre o espaço educativo em que serão utilizadas, tendo em conta a flexibilidade dos múltiplos caminhos de aprendizagem.

high tech low tech.jpg


flexible learning paths.jpg




O artigo seguinte, de Ricardo Pocinho e de João Pedro Gaspar (Universidade de Coimbra e Fundação para a Ciência e Tecnologia), explora as alterações inerentes à utilização das TIC no espaço educativo sobretudo ao nível dos papéis de professores e alunos e da necessidade de alteração das práticas educativas.

Os contextos de ensino online, cada vez mais diversificados e complexos, também suscitam reflexão sobre o papel do professor. Lina Morgado (Universidade Aberta) levantou uma série de questões muito pertinentes em torno deste assunto no seguinte artigo (2001).


O professor do século XXI está a expandir a sua rede de ligações…
typical teacher network vs the networked teacher.png


… e a tornar-se um profissional mais reflexivo e autónomo, cujas práticas colaborativas de desenvolvimento profissional estão a permitir uma boa integração na era digital.

collaboration cycle.jpg


As novas tecnologias estão também a facilitar a formação contínua de professores online. O b-learning (blended learning ou sistema misto de aprendizagem que implica sessões presenciais e à distancia) depressa se tornou uma alternativa eficaz às ações e oficinas de formação tradicionais. No seguinte artigo, Fernanda Ladesma (Escola Secundária D. João II) apresenta a metodologia b-learning no novo contexto de formação.

Cabe a todos, professores e alunos, tirar o máximo partido da Internet (sobretudo da web 2.0!) para melhorar o ensino e aprendizagem.

postal acts als na net.jpg


Links de interesse sobre Professores e Alunoshttp://www.eduforum.pt/
http://www.saladosprofessores.com/
http://www.sitesmaisuteis.pt/educacao-escola-ensino.php
http://www.seguranet.pt/alunos
As restantes páginas desta Wiki abordam estes e outros assuntos. Explore-as!
puzzle 4 peças.jpg
Aprendizagem em Rede
livros e outros mats G.jpg
Literacias
livro em cima do écran do laptop.jpg
Bibliotecas


laptops.jpg
Salas de Aula
prof orienta als.jpg
Professores e Alunos
balões de fala coloridos.jpg
Conhecimento, Comunicação e Cidadania